Atualização no combate vetorial ao Aedes, em curso Telessaúde

Abordando aspectos gerais e práticas de combate ao mosquito Aedes aegypti, o curso visa desenvolver ou aprofundar conhecimentos e habilidades nos alunos para identificação e enfrentamento do mosquito e para a divulgação de informações e orientações aos usuários durante trabalho de campo e visitas domiciliares. Ou seja, qualificar as ações de combate ao mosquito realizadas pelos profissionais de saúde e militares e possibilitar que a população em geral conheça melhor estas ações.

Realizado pelo Ministério da Saúde em parceria com o Núcleo de Telessáude do Rio Grande do Sul, o curso está estruturado em cinco unidades, com carga horária total de 22 horas, autoinstrucional, e realizado na modalidade Educação a Distância (EAD). Para se inscrever, basta acessar a Plataforma AVASUS ou a Plataforma Telessaude Rio Grande do Sul fazer um breve cadastro e iniciar as atividades.
Anote:
Plataforma Moodle TelessaúdeRS/UFRGS:  https://pt.surveymonkey.com/r/curso_aedes
Plataforma UNASUS: https://ufrn.unasus.gov.br/moodle26/

DIVULGAÇÃO – Órgãos da saúde e instituições de ensino solicitam que o curso seja divulgado em suas redes profissionais e também entre os seus familiares e amigos. “Juntos venceremos o Aedes Aegypti e garantiremos mais saúde para o Brasil, “ diz mensagem no site da Escola de Saúde Pública do Paraná – ESPP, que informa ainda que o número de casos de crianças com microcefalia aumentou significativamente no Brasil numa associação com a infecção com o Zika vírus, tornando-se uma emergência de Saúde pública. Diante de tal quadro, uma série de ações estão sendo desenvolvidas num grande esforço de mobilização nacional para intensificar o combate ao mosquito Aedes Aegypti, melhorar a assistência a saúde e desenvolver novas tecnologias. Destaca-se também a elaboração de materiais educacionais para garantir acesso a informação de qualidade para população e formação de profissionais de saúde.

Fonte: Escola Saúde Pública do Paraná-ESPP, em 4 março 2016